É possível sair do 0 aos milhões, garante Carlos Magno expert no mercado financeiro - Expresso Business

Carlos Magno “Mestre em Investimentos” relata sobre conquista de fortuna após aplicar seu método de investimentos

A democratização da gestão e da prática de investimentos é uma tendência muito positiva. Antigamente, o mundo dos investimentos era visto como algo restrito aos especialistas e às pessoas com grandes quantias de dinheiro. No entanto, graças à disponibilidade de informações e ao acesso a diferentes recursos, como livros, podcasts, programas de TV e conteúdo de influenciadores, mais pessoas estão buscando aprender sobre finanças e investimentos.

Expert em Investimentos, o paulista Carlos Magno acumula mais de um milhão de seguidores nas suas redes sociais abordando um estilo de vida novo para poder alcançar a liberdade financeira, no qual relaciona diariamente o sucesso a estudo, organização, prática de hábitos saudáveis e inteligência financeira para aprender a poupar e investir. Ele é mentor do MVI, um dos mais concorridos programas de treinamento financeiro do País.

“Sou muito transparente com meus seguidores e alunos, procuro sempre compartilhar minha vida pessoal, além dos meus próprios aprendizados e ensinamentos que me fizeram construir uma fortuna multimilionária do zero aos 26 anos.” Relata o multimilionário.

As dicas do expert, criador do método MVI, são muito importantes para evitar cometer os mesmos erros e garantir uma boa gestão das suas conquistas. Aqui estão algumas recomendações baseadas nas suas orientações:

1. Cuidado com gastos supérfluos: É fundamental ter consciência dos gastos e evitar desperdícios. Antes de realizar qualquer compra, pergunte a si mesmo se é realmente necessário e se contribuirá para alcançar seus objetivos financeiros de longo prazo.

2. Identificar o novo padrão de vida: É importante avaliar quais são as metas e objetivos financeiros de longo prazo e como o dinheiro pode ajudar a alcançá-los. Isso envolve pensar em investimentos, despesas essenciais, lazer, educação, entre outros aspectos relacionados ao novo padrão de vida desejado.

3. Criar uma reserva de emergência: Ter uma reserva financeira para lidar com imprevistos é essencial. É recomendado que se reserve de três a seis meses de despesas básicas em uma aplicação de fácil acesso, como uma conta poupança ou um fundo de emergência. Isso garante uma segurança financeira caso ocorram imprevistos, como perda de emprego, problemas de saúde, entre outros.

4. Definir o valor disponível para ser utilizado: Após identificar o novo padrão de vida e criar a reserva de emergência, é importante definir quanto dinheiro sobra para ser utilizado em outras áreas, como investimentos, viagens, compra de bens duráveis, entre outros objetivos financeiros.

A disponibilidade de informações e recursos sobre investimentos permitiu que mais pessoas aprendessem sobre finanças e investimentos, capacitando-as a tomar decisões e melhorar sua saúde financeira. Isso é extremamente positivo, pois todos devem ter a oportunidade de buscar uma vida financeira estável e próspera, independentemente de sua formação ou origem.

Share.