Climatério: Entendendo a Transição da Vida da Mulher - Expresso Business

Dr. Marcelo Antonio esclarece que o climatério é um estágio na vida biológica da mulher que marca a transição do período reprodutivo para o não reprodutivo. Durante essa fase, ocorre o declínio dos hormônios femininos, culminando na última menstruação. Esse declínio hormonal geralmente se inicia entre os 35 e 40 anos de idade, provocando uma variedade de sintomas.

Os sintomas do climatério podem ser genitais e extra-genitais, muitas vezes passando despercebidos, mas contribuindo para o processo de envelhecimento. Por isso, a reposição hormonal é de extrema importância. Os sintomas incluem diabetes tipo 2, problemas cardíacos, osteoartrite, osteoporose, hipertensão arterial, fadiga, alterações de humor, irregularidades menstruais, entre outros.

Um Avanço na Medicina para as Mulheres Brasileiras

Em uma data significativa como o dia 8 de março, é importante destacar um grande avanço na medicina brasileira: a aprovação de políticas públicas para o tratamento da menopausa. Esse progresso, já presente em outros países, traz uma alegria imensa não só para o Dr. Marcelo Antonio, mas para todas as mulheres, pois pode mudar significativamente suas vidas.

Por anos, o Dr. Marcelo Antonio tem lutado para tratar os sintomas do climatério em suas pacientes, demonstrando que a reposição hormonal, quando feita de forma fisiológica e com doses adequadas, não só alivia os sintomas, mas também previne uma série de doenças. É importante ressaltar que a reposição hormonal não está associada ao desenvolvimento de câncer, como muitos ainda acreditam.

Um Passo Importante: Tratamento Acessível pelo SUS

Na última quarta-feira, a Comissão de Direitos Humanos aprovou um projeto de lei que visa proporcionar o tratamento para mulheres em climatério e menopausa pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Isso representa um avanço significativo no acesso a cuidados de saúde para todas as mulheres brasileiras.

Dr. Marcelo Antonio destaca que a reposição hormonal pode ser realizada de diversas formas, incluindo a forma transdérmica, por meio de pomadas na pele, e implantes hormonais, conhecidos como pellets. Optar pela forma transdérmica e pelos pellets é considerado o ideal atualmente.

Share.