Estrias: Um Desafio Estético para os Amantes da Musculação - Expresso Business

Por Camila Mendes – biomédica esteta

Como praticante de musculação e profissional da saúde, atuando como biomédica esteta, sei o quão fundamental é abordar o desafio estético que as estrias representam para aqueles dedicados ao cultivo do físico através do levantamento de peso e da hipertrofia muscular.

As estrias, como sabemos, são marcas decorrentes do rápido estiramento da pele, levando à ruptura das fibras de colágeno e elastina. É comum entre os praticantes de musculação que experimentam um rápido ganho de massa muscular, especialmente em áreas como ombros, braços, coxas e abdômen.
É compreensível que essas marcas possam afetar negativamente a autoestima, motivação e confiança dos praticantes de musculação. Porém, é importante entender que as estrias não são exclusivas dessa comunidade e não refletem necessariamente falta de saúde ou condicionamento físico.

Como profissional de estética, enfatizo a importância de consultar um especialista em cuidados com a pele para desenvolver um plano de tratamento personalizado. Opções como tratamentos a laser, microagulhamento e peelings químicos podem ajudar a reduzir a aparência das estrias, embora os resultados variem de pessoa para pessoa.

Além disso, a prevenção desempenha um papel fundamental. Manter a pele hidratada, adotar uma dieta rica em nutrientes e evitar ganhos excessivamente rápidos de massa muscular são medidas preventivas essenciais.

Portanto, embora as estrias possam representar um desafio estético, é possível enfrentá-las com determinação e confiança. Com a combinação certa de prevenção e tratamento, os praticantes de musculação podem continuar a perseguir seus objetivos estéticos com segurança e autoestima.

Share.